sexta-feira, 25 de março de 2011

#19:59

uma lembrança,
tempo de escola, tempo que o amar era fácil.

lembro que gostoso era amar,
depois que cresce, abre- se os olhos (lê-se fechar),
tudo se apaga, os cinzas surgem,
nada é igual como nas lembranças.

música antiga, fumaça nova, filmes.
cai nessa neura de que viver é um sonho.

8 comentários:

Natália Corrêa disse...

ou um pesadelo.

Laís Pâmela disse...

viver realmente é um sonho (às vezes pesadelos) e acordar é doloroso demais. Acho que estou preferido meus sonhos, minha realidade anda fechada diante dos meus olhos.
beijos.

Victor disse...

Seria tudo mais bonito se soubéssemos não perder o encantamento do mundo que tivemos um dia. Belo texto!

Luna Sanchez disse...

É...tem coisas que a gente desaprende com o passar do tempo.

=**

Fernanda Zanol. disse...

Viver é um sonho mesmo. Que as vezes se torna realidade da pior forma.


me sinto tão bem lendo teus posts, não sei porque.

beeijo!

L. Sampaio disse...

"Cai nessa nuera de que viver é um sonho" Amei!
Sempre me pergunto "Onde está o Peter para me levar para a Terra do Nunca?"
Mas pelo menos existem as lembranças né? Gosto muito de lembrar...
beijos.

Arlequim disse...

passando pra divulgar o projeto "Menina da Cabeça de Bola" textos sinceros e um tanto ácidos com maravilhosas ilustrações. Dê uma passadinha no meu blog. Beijos

Jéssica Trabuco disse...

sonho estranho.

Eles