segunda-feira, 23 de novembro de 2009

19:29 - de hoje.

O meu peito estala uma felicidade que não era minha, uma felicidade que veio de fora para dentro, que bateu no meu tecido mais leve e sensível e saiu pelos meus olhos, que hoje enxergam o que não podia se enxergar em tempos primórdios. Não posso mais falar em loucura. Loucura é só uma palavra para disfarçar meus piores sentimentos, ou não.

Acordei esta manhã com um sorriso que batia na janela de meu quarto, iluminando o que eu chamo de visão cento e oitenta graus.

6 comentários:

Bruna Bianconi disse...

Loucura é só uma palavra para disfarçar meus piores sentimentos, ou não. (2)

Como sempre, ótimo né?
Beijos.

Fe disse...

Que bom!
É sempre bom encontrar um motivo para sorrir. Ou então sorrir sem motivo. =)

bjobjo. ;**

Arlequim disse...

Sombra no lençol que te tateia a pele fina.
lindo.

druon disse...

e-b-a!

Glen Pace disse...

Todo dia pode ser louco, tão louco que pode mesmo valer a pena esquecer desse quesito. (:

Débora disse...

ei!
gostei das palavras escritas por aqui...
beijo!

Eles