sábado, 24 de outubro de 2009

é..

Ele sofria tanto. Andava sozinho pelas ruas mais cinzas, nos becos mais descoloridos do bairro. O sofrer o acompanhava sempre, e ele nunca entendia. Era um sofrimento silencioso, sem cor, sem vida, sem tristeza. Era apenas sofrimento.

Não sabia explicar e chegou a um ponto que não procurava mais alguma explicação. Querer explicar o que não adianta era em vão. Era em vão pensar em ti. Aliás, aquele moço já nem tinha mais seu eu próprio. Ele era o que restou da festa e o que sobrou do eclipse. Ele era o silêncio dolorido agregado aos fungos da mata extinta. Seu sofrimento era sem nome, sem cor, sem odor, sem luz, era apenas sofrimento. Sofrimento mais ponto final. Mesmo não entendendo muito de gramática, ele sabia que o ponto era o fim, e que precisava esperar o tal final chegar. Naquele momento ele necessitava a morte. Necessitava a ausência da vida e a esperança do nascimento. Não era somente necessidade. Era necessidade mais vontade mais silêncio triplicado. Ele só queria nascer, nascer e nascer. Ele era menino-jovem, menino- perdido, menino-amado.

6 comentários:

Fe disse...

Seus textos estão tão tristes ultimamente...
Mas sem deixar de serem lindos né.

beeijo.

Nanda Matos disse...

O fim é bem doloroso, mas é sempre um novo recomeço.
obrigado pela visita.
adorei seu blog.

druon disse...

engraçado, me vi em suas palavras... e ainda bem que a roda vida gira, recomeço-fim-inicio-meio-acabando-peibuffimdenovo-renascimento-ciclicamente-sem.parar... é td uma questão de tempo não? mas o cinza é mais expressivo ainda em metróloles cujo domingo tem um céu cinza. legal o blog.

Bruna Bianconi disse...

Suas palavras são sentidas de uma forma bem pessoal. É sempre momento para (re)começar.

druon disse...

é tudo real! ficção né comigo não. estou me aventurando pelas ruas paulistanas esta semana, e à propósito, se tu é de sp e tens dicas de lugares e rincones legais me dá. te adicionei do last.fm (i'm bleuarbre), abraço.

Arlequim disse...

"De enfeites, Brochinhos, E queixas, queixas, queixas. Foi você mesma quem quis.MENINA MIMADA"
Eu adoro tanto aqui que às vezes até chego a adorar vc.. rs
:D

Eles