quinta-feira, 30 de abril de 2009

# 17:26, do último.

agora não.
é o momento de te refazer,
de refazer a cafeína e as diversões,
deixar o abc,
embebedar toda noite,
e acordar muito bem,
depois de três dias, quando
sua vida não for a mesma.
Descabelado preferencialmente.

Acho que eu ri
letras e fumaças,
pra você se enlouquecer assim.

9 comentários:

Livia Queiroz disse...

Legal o poema...

jaque' disse...

gostei!

Fernanda disse...

Gostei da modernice e da síntese; não é derramado nem prolixo como os poemas que costumamos ver na net. Prossiga na poesia, ela é um campo convidativo para você -- e próspero. Beijos e sucesso no blog!

N. Araujo disse...

agora não.
agora sim.
melhor não.
melhor sim.

nunca sei dizer.

Lucas Moratelli disse...

Às vezes é bom mesmo refazer.

Poema conciso, bom de ler e de pensar. :)

Abraço.

kilder disse...

muito legal o teu blog, tua maneira de escrever é bem legal. parabéns.

Janaina Moraes disse...

Olá, estou passando para lhe apresentar os meus blogs, aguardo sua visita.

http://estoriasmediocres1.blogspot.com/

http://aindamaisestorias.blogspot.com

http://blogcafeexpresso.blogsot.com

Passa lá.

Pedro Antônio disse...

Opa!

Belo poema! Achei legal mesmo! Parabéns!

Tô por aí. Com certeza eu volto.

Abração.

Pedro Antônio

Jason Waider disse...

Legal cara! Gostei de seu blog. Bom trabalho mesmo. Vou voltar outras vezes.

Abraço!

Eles