quarta-feira, 15 de outubro de 2008

deitado, já passou de meia noite,
me diz, em qual rua, esquina você se encontra,
com quem, fazendo o quê, bebendo e respirando o quê.
as vezes penso que é melhor nem saber,
não te entender, me esconder, nem me
enteder consigo,
seria demais pensar o porquê das cores,
o porque das orquídeas,
se estou cantando, ou se estou dançando,
ah essas perguntas são clichê demais pra mim,
clichê demais pra você,
quero me perguntar mesmo o que você quer,
se você quer coca ou suco, se quer
contar, ou calcular,
se quer viajar ou parar,
se quer falar ou se quer silêncio,
porque o que eu quero, já foi decidido.

5 comentários:

tiss disse...

adorei o texto, andei lendo outros posts seus e gostei, tambem . Voltarei mais vezes, beijos

- rooftops - ♥ ! disse...

this is cool !
gosteiii bastante também ...
e realmente se for analisar parcialmente é um clichê tudo e todos em nossas vidas !
mais te pergunto ..

O QUE FOI DECIDIDO !?

Arlequim disse...

Adoorei este texto.
É assim que é, tem que ser decidido mesmo.

Ah, você recebeu um selo,depois passa no meu blog pra pega-lo

Beijos

Bruna Bo disse...

Só não mude a sua decisão, a não ser que seja mesmo necessário. Pro seu bem, ou pro bem de quem você ama.

:*

Karine disse...

Oiii! Adorei seus textos. Viajei lendo eles.
Vou vir frequentemente ^^
Beijos ;*

Eles