sexta-feira, 3 de outubro de 2008

#261 - 19:41 (inglês)

Sacada, varanda, vilarejo, casas, vilas,
cigarros, fumaças, bebida, o despertar,
tudo se unificando na velocidade da motocicleta,
tudo se completando como tinta, tela, e imaginação,
cigarro não é inspiração, noite de solidão também não,
mortes não te inspiram, sombras só remetem lembranças,
festas te lembram orgia, orgia te lembra passado,
o passado te lembra arrependimento,
e o arrependimento, eu te faço esquecer.

6 comentários:

Luiz Almeida disse...

belo pensamento
http://casosdeformiga.blogspot.com/

carla m. disse...

arrepender é melhor ser esquecido...

kilder disse...

Olá...bem legal o texto! parabens...

Arlequim disse...

Uau!
Ótimo.
Me arrepiei.
Você usa as palavras de um jeito que conforta, isso é precioso.

Gustavo Lacerda disse...

isso me fez pensar em coisas...

Murillo Leal disse...

Tu escreves originalmente diferente de todos!
Parabens!

http://murilloleal.blogspot.com/

Eles