sexta-feira, 19 de fevereiro de 2010

e os abraços que conquistei (muitos), não satisfazem a dor de um abraço partido, de um sentimento engravatado.

3 comentários:

Fe disse...

sinto falta de um abraço às vezes...

bjaoO ;*

rafael Costa disse...

É aquilo que ficou preso em outra cela, a qual a gente não tem acesso, mas chama. É o abraço destituído. Entendo

Darwin disse...

esse post foi um tiro certeiro

Eles