quarta-feira, 29 de julho de 2009

Entro agora em obras; manutenções.
perco algumas sensibilidades,
aperto meus órgãos e vejo o resultado-
você o enxerga?
acho que não.
Pouco importa, eu que escolhi a reforma.

2 comentários:

Rafa. disse...

Ótimo poema! Transmitiu seus sentimentos e isso é incrível!
Tô te seguindo!

Parabéns!!

Fe disse...

as vezes é bom mesmo fazer algumas "reformas" em nós mesmos. Acho que faz bem.

bjaooo.

Eles