domingo, 21 de setembro de 2008

e nessa vida, já encontrei, perdi,
vivi, alucinei, e até roubei,
fingi, sorri, fiz de tudo um pouco,
o tudo que me disseram, e o que eu descobri,
me esconderam verdades,
me mostraram mentiras,
mas hoje percorro toda linha, sem pensar,
sem agir,
acredito nos livros,
sonho com os filmes,
e imagino com a música.
Minha fábula ainda é incompleta,
e até encontrar a moral, muitos vão morrer.

2 comentários:

Bruna Bo disse...

Ficar sem palavras depois de ler um texto assim é normal, certo?

Gustavo Lacerda disse...

gente!!!

mas eu gostei foi muito disso aqui!

=)

Eles